CANDIDATURAS: PROGRAMA DE RESIDÊNCIAS ARTÍSTICAS DA CASA OFICINA ANTÓNIO CARNEIRO ATÉ 28 DE NOVEMBRO


Programa de artista em residência na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto

fbaup

As Residências de Artistas da Faculdade de Belas Artes pretendem motivar a troca de experiências e conhecimentos dos artistas entre si mas, também com estudantes e docentes desta Instituição.

As residências estão afectas aos espaços da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto e podem participar artistas, estudantes ou não, que mostrem interesse nas mesmas.

As Residências de Artistas da Faculdade de Belas Artes têm estipulado como período mínimo de um dia e máximo de três semanas de exposição. .

Para mais informações consulte o regulamento

Residências Artísticas na COAC

coac

A Casa Oficina António Carneiro, edifício que foi simultaneamente morada e atelier de um dos mais notáveis pintores português da viragem dos séculos XIX-XX (viveu entre 1872-1930), está agora transformado num equipamento que irá acolher um programa de artista em residência comissariado pela FBAUP.

De acordo com o protocolo firmado entre a CMP e a FBAUP, alunos e recém-licenciados dos vários cursos da FBAUP, irão ocupar a antiga ala residencial da Casa Oficina como espaço de atelier. A partir deste espaço, irão produzir projectos expositivos directamente relacionados com o espólio de António Carneiro e o espaço museológico que acolhe o programa de residência artística. Através desta ocupação de curta duração (3 meses), pretende-se que a Casa Oficina António Carneiro se torne uma vez mais num espaço de produção artística aberto a 6 participações a decorrerem entre Dezembro de 2009 e Setembro de 2010.

Cada programa de artista em residência para dois participantes em simultâneo encerrará com uma mostra ou instalação. Os alunos e ex alunos residentes serão igualmente convidados a calendarizar um momento de abertura das oficinas e do seu atelier onde poderão mostrar e conversar sobre os conceitos e ligações entre o projecto em desenvolvimento e a obra de António Carneiro.

Para mais informações consulte o regulamento